Blog

Escolas Felizes

Escolas Felizes

Agora que entramos num novo ano lectivo, é importante falar sobre o primeiro dia de escola.
O primeiro dia nunca se esquece, e todos queremos que os nossos filhos tenham experiências
acolhedoras, positivas, que os ajudem a estar integrados desde a primeira hora.


Para uma criança que nunca foi à escola, ou que muda de estabelecimento de ensino, o
primeiro dia pode ser aterrador. Muitas caras desconhecidas, novas regras e horários, espaços
e objectos. Tudo isto gera ansiedade na criança e na hora de dizer adeus aos pais, a reacção
mais comum é o choro. Dizemos mais comum porque nem todos choram, é certo. Enquanto
uns demoram dias ou meses a estarem integrados no ambiente escolar sem os pais ou outra
referência familiar, existem outros que se adaptam num abrir e fechar de olhos.


A verdade é que já damos o choro como garantido. Já nos habituámos à banda sonora dos
primeiros dias, e repetimos entre dentes que “é normal”, ou que “eles têm que se habituar”.
Mas se nos colocarmos no lugar das crianças, é fácil percebermos como o seu mundo se vira
do avesso, como as suas referencias afectivas são distorcidas de um momento para o outro
sem sequer perceberem porquê. Porque é que a mãe e o pai não estão aqui? Ou porque não
posso ficar com os meus antigos colegas? Mesmo os que não choram sentem as mudanças e
podem ter experiências menos positivas que condicionem o seu desempenho escolar futuro e
o seu gosto pela escola.


Somos todos diferentes, é certo, e cada vez mais as escolas têm que acolher essas diferenças,
proporcionando melhores experiências de integração às crianças e às famílias. A pandemia
ainda veio dificultar mais as coisas, dado que para evitar ajuntamentos, muitas escolas
adoptaram a politica de os pais deixarem as crianças à porta e não poderem entrar no recinto.
É hora de pensarmos, como pais, educadores, tutores e legisladores o que podemos fazer para
mudar o disco e garantir que a escola seja um espaço de felicidade na vida das crianças.
Semanas de integração ao ar livre com a presença opcional das familias, possibilidade de fazer
horários reduzidos nos primeiros dias, permitir que os pais se ausentem do trabalho com
justificação e possam permanecer no recinto escolar mais tempo, etc.


Queremos mais escolas felizes, escolas onde os sorrisos enchem o pátio, do primeiro ao
úptimo dia!



×